FILOSOFIA DE RECURSOS HUMANOS NA PMMG: CRÍTICA E ANÁLISE

ANDREA CURY, CARLA MARA MENDES MORENO, ADRIANA MESQUITA, VANIA APARECIDA BOTEGA, CLEANICE MARIANI DA SILVA

Resumo


As prioridades organizacionais transformaram-se ao longo da história, adequando-se às novas demandas de um mercado cada vez maior, mais dinâmico e mais complexo.
Atualmente, com a evolução do pensamento administrativo e das ciências comportamentais, as organizações estão despertando para o verdadeiro diferencial competitivo: as pessoas.
As pessoas constituem o recurso dinâmico das Organizações; nelas está inserido o potencial de mudança, de aprimoramento, de inovação que a Organização pode alcançar. Sob quaisquer contextos ou desafios, as pessoas são a base da excelência organizacional.
Na era da informação, onde as descobertas científicas e tecnológicas são lançadas simultaneamente em todas as partes do globo, onde máquinas se tornam rapidamente obsoletas e a concorrência sofistica-se a cada dia, a capacidade de percepção e desenvolvimento do potencial criativo do homem é que determinará o sucesso das organizações.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 PsΨcologia: Saúde Mental & Segurança Pública

Envie seu artigo

Os autores podem submeter seus artigos através da seção de submissão da revista. 

Indexado por: