RECRUTAMENTO E SELEÇÃO POR COMPETÊNCIAS NA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS: ficção ou realidade?

João Paulo Fiuza da Silva, Cláudio Torres de Assis, Davidson Lopes de Oliveira, Osmar Faria Pereira, Márcio Lopes Ferreira

Resumo


O presente artigo se propõe a avaliar, a partir de metodologia teórico-empírica, o processo de recrutamento e seleção na Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), especificamente para os cargos de Soldado dos Quadros de Praças (QP-PM) e Praças Especialistas da Polícia Militar (QPE-PM) e Tenente do Quadro de Oficiais da Polícia Militar (QO-PM). Para tanto, foi realizada pesquisa com objetivo descritivo, de abordagem qualitativa e com procedimento de análise documental, buscando verificar a aderência das práticas de recrutamento e seleção da organização ao que é preconizado pela literatura especializada. A avaliação foi realizada considerando, principalmente, o proposto por Carvalho (2015) e Brandão et al. (2008) para a implementação de recrutamento e seleção por competências nas organizações. Os resultados da pesquisa apontam para o descolamento entre o proposto na literatura e as práticas da PMMG, evidenciando a necessidade de aperfeiçoamento dos processos em vigor na organização.

  

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 O Alferes



Envie seu artigo

Os autores podem submeter seus artigos através da seção de submissão da revista. 

Indexado por:

CAPES - Campus Rio Grande

       

 

Licença Creative Commons

A Revista O Alferes está sob a licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.